RESENHA | Zumbeatles, Paul Está Morto-Vivo

22:35

Ei, pessoas, tudo numa boa? Então, o post de hoje é uma resenha de Zumbeatles, um recente lançamento da Galera Record que realmente me surpreendeu! O livro é divertido, ligeiramente sanguinário e você pode conferir minha opinião sobre ele logo abaixo ;)

Autor(a): Alan Goldsher
Páginas: 352
Editora: Galera Record
Tradução: Rodrigo Tavares Abreu
Ano: 2016
livro cedido pelo Grupo Editorial Record
Onde Comprar: Saraiva | Submarino
Título Original: Paul Is Undead
Nota: ★★★★
Sinopse: A verdadeira invasão britânica chegou. Eles estão mais mortos-vivos do que nunca.
Nessa divertida releitura da trajetória da mais famosa banda inglesa, acompanhamos os principais acontecimentos na vida desses mitos do século XX... porém com um pequeno detalhe: os músicos são zumbis. Não os lentos e imbecilizados zumbis aos quais estamos acostumados. Mas zumbis espertos, rápidos e cheios de sex appeal. Além de alguns truques de controle mental. Entre sangue, suor, guitarras e iê-iê-iê — e a perseguição do implacável caçador de zumbis Mick Jagger —, eles são atacados por uma ninja do oitavo nível, Yoko Ono, condecorados pela rainha e consolidam uma invasão mundial.


A história é narrada em forma de documentário, algo bem original, na minha opinião. Não há exatamente um começo, meio e fim como vemos em diversos outros livros. Ao invés disso, há entrevistas com os membros da banda de rock zumbi mais famosa do mundo, artigos escritos por especialistas e relatos de quem conseguiu conviver (e sobreviver) à verdadeira invasão britânica.  

paul está morto-vivo

O autor, Alan Goldsher, realmente criou uma outra realidade onde zumbis são membros quase comuns na sociedade. E, no meio disso tudo, há os Beatles. A reinterpretação da banda realmente me fez vê-los de uma forma diferente, o livro se mantem fiel a acontecimentos importantes na trajetória até o sucesso, altera algumas coisinhas e ainda consegue deixar tudo muito interessante. 

A leitura, apesar de ser um pouco lenta (bem clima de documentário mesmo) é também leve e engraçada (o que não falta são piadas sujas, juro), sem perder o jeito sanguinário característico dos zumbis. 

ah, não pudemos evitar matar todo mundo no Cavern Club; foi a nossa natureza zumbi

Porém, algo que me incomodou foi que, mesmo elogiando a nova realidade criada por Goldsher, senti que há algumas partes surreais demais, que não me convenceram muito bem. 

Eu gostei de Zumbeatles como um todo, mas acho que poderia ter aproveitado um pouco mais se conhecesse mais a história dos Beatles, e não só suas músicas. Em todo caso, o livro está recomendado para todo mundo, fãs de zumbis, da banda ou só mesmo de uma boa história. 

Comentem aí embaixo se já ouviram falar desse lançamento da Galera Record, se ficaram curiosos ou se preferem deixar a leitura para a próxima. Adoro conversar com vocês ;) 

Até mais, pessoas. 



FACEBOOK // SKOOB // INSTAGRAM

You Might Also Like

2 comentários

  1. Não conhecia esse livro, parece legal!!
    Seguindo http://meuestiloe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zumbeatles é mesmo muito legal ;) obrigada por seguir!
      Bjs, Juh^^

      Excluir

últimas postagens

Licença Creative Commons
Não Se Preocupe Com Isso de Júlia Miyashiro está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional