O Que Aconteceu em Setembro?

12:29

Ei, pessoas, tudo numa boa? Então, teoricamente, este post seria a primeira atualização semanal do projeto Outubro, Mês do Horror Despreocupado e também teria sido publicado ontem (já que terça-feira é o dia escolhido para isso). Porém, como é quarta e, bem, ainda não fiz coisas o suficiente — na verdade, por causa das provas bimestrais e outros probleminhas, só cheguei a abrir um livro da minha TBR recentemente — decidi de última hora resumir o mês de Setembro, que, eu prometo, foi mais interessante que Agosto.


Livros Lidos

Minha lista conta com míseros sete itens, mas tudo bem, porque consegui compensar com outras coisas ;)

Boneca de Ossos, Fantástico e Assustador...

Sinopse: POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam.Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...Mas, de repente, Poppy conta para os amigos que começou a ter sonhos com a Rainha e também com o fantasma de uma menininha que não conseguirá descansar enquanto a boneca de ossos não for enterrada no seu túmulo vazio.Então, Poppy, Zach e Alice partem para uma última aventura a fim de ajudar o fantasma da Rainha a encontrar o seu descanso eterno. Mas nada acontece do jeito que eles planejaram... A missão se transforma em uma jornada de arrepiar.Será que a boneca é apenas uma boneca ou existe algo mais sinistro por trás desses fatos?Poppy está mesmo dizendo a verdade ou tudo isso não passa de um truque para que voltem a brincar juntos?Se existe mesmo um fantasma, o que vai ser das crianças agora que elas estão nas suas mãos?


Esse livro da Holly Black foi o primeiro livro que li esse mês e vocês podem conferir o que achei nessa resenha aqui


O Círculo Rubi and The End

Sinopse: Depois que Sydney Sage escapou das garras dos alquimistas, que a torturaram por viver um romance proibido com Adrian Ivashkov, o casal passou a viver exilado na Corte Moroi. Hostilizada por todos ao seu redor por ser uma humana casada com um vampiro, a garota quase não sai de casa e perde a noção do tempo, trocando o dia pela noite.Mas logo Sydney se vê obrigada a abandonar seu refúgio, já que seu coração continua apertado desde que Jill Dragomir desapareceu. O sumiço da jovem princesa vampira coloca em risco toda a estabilidade política dos Moroi… Então quem estará por trás desse sequestro? Sydney precisa dar um jeito de trazer a amiga de volta — e ao mesmo tempo alcançar sua própria liberdade.



Terminei o spin-off de Academia de Vampiros, Bloodlines, após seis livros (doze, se contar a primeira coleção) e, admito que teve seus altos e baixos. De qualquer forma, ainda não estava completamente pronta para me despedir dos personagens e nem do mundo criado por Richelle Mead, então, sim, ainda estou com saudades.  


Trilogia Olho por Olho, sem comentários

Sinopse: Olho por Olho - Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena…Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho…No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos.Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!

Já resenhei esses três livro no Não Se Preocupe, então vocês podem ter uma descrição mais detalhada, assim como saber minha opinião clicando aqui


Beleza Perdida é legal, mas...

Sinopse: Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

Beleza Perdida, da Amy Harmon, está sendo muito comentado por aí, então, como não tinha muita coisa para fazer e as críticas eram em sua maioria declarações de amor, resolvi dar uma chance, mesmo não sendo exatamente meu tipo de livro. Acontece que foi uma leitura legal. Um pouco (muito) filosófica, e também triste, porém o livro em si foi um pouco parado demais. Lógico, amei o Bailey, dei risada em diversos momentos, mas não cheguei a chorar ou algo assim. Na minha opinião, um dos grandes problemas que tive foi a protagonista feminina e ao fato de que ela não tem personalidade nenhuma. Ela basicamente existe por causa do primo e depois pelo Ambrose, mais nada. 


Eve & Adam & Altas Expectativas

Sinopse: Todo mundo devia ter defeitos. Não é isso que nos torna interessantes? Não é isso que nos impede de sermos cópias uns dos outros?Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve quase perde uma perna em um atropelamento. O processo de cura no luxuoso complexo Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker propõe um desafi o a sua fi lha: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular genes humanos. Ela poderá criar o garoto ideal, sob medida!Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição
Tenho muito orgulho em dizer que Setembro foi um mês de muitas resenhas literárias, então você também pode conferir a resenha desse livro aqui


Séries Assistidas

Surpreendentemente, acabei começando a assistir várias séries mês passado. Infelizmente, a Netflix só possui a primeira temporada de muitas delas. Porém, não foi enorme problema, porque já pude formar uma opinião e decidir se quero, ou não, continuar. 


Gotham não é só o Batman


Sinopse: Antes de Batman, a cidade de Gotham já existia. James Gordon (Ben McKenzie) é um detetive iniciante polícia. Corajoso, sincero e ansioso para mostrar serviço, o recém-promovido tem como missão solucionar o caso do assassinato dos bilionários Thomas e Martha Wayne, um dos casos mais complexos da cidade. Com seu parceiro, o oficial Harvey Bullock (Donal Logue), Gordon conhece o único sobrevivente do assassinato: Bruce (David Mazuouz), um garoto de 12 anos, filho do casal, por quem ele imediatamente sente uma grande afeição.







Eu terminei de ver a primeira e única temporada disponível na Netflix de Gotham, uma série que queria assistir há muito tempo e, sinceramente, foi tudo o que esperei. Jim Gordon, o Pinguim, o inicio do Batman, da Mulher-Gato, da Era Venenosa, Enigma e, principalmente, o Coringa! Amei ver cada um deles e, mesmo já sabendo se tal personagem é bonzinho ou malvado, foi muito emocionante poder acompanhá-los. 
Fora que a série não é só isso. Como o protagonista da primeira temporada é o Jim e ele é um detetive, cada episódio tem um caso a ser resolvido e também histórias paralelas que nos mostram Gotham (a cidade) antes do Batman. Foi sensacional. 


Pretty Little Liars não é tão ruim

Sinopse: Na pequena cidade de Rosewood, na Pensilvânia, as melhores amigas Spencer Hastings (Troian Bellisario), Aria Montgomery (Lucy Hale), Hanna Marin (Ashley Benson) e Emily Fields (Shay Mitchell) guardam complexos segredos. Alison (Sasha Pieterse), 5ª membra e líder do grupo, desapareceu há um ano e não deixou qualquer pista. As amigas recebem cartas misteriosas assinadas por uma letra e suspeitam que seja sua antiga companheira, mas a desconfiança que possuem em relação ao universo perverso no qual vivem provoca uma reflexão cada vez maior.





PLL era uma série que não me atraía em nada. Nunca tive muito interesse em começá-la, mas, depois de ter sido obrigada a assisti-la, me surpreendi por até gostar um pouco. Quero dizer, nem de longe é a melhor do  mundo, mas as quatro temporadas (disponíveis) que vi não foram um total desperdício de tempo. Minhas opiniões iniciais ("muito adolescente mimada" e "nem um pouco misteriosa") foram descartadas, porque, sim, há um amadurecimento das protagonistas ao longo dos anos, assim como um real suspense em torno da morte da Ally. Gostei.


Revenge, não só uma "vingancinha"


Sinopse: Amanda Clarke (Emily VanCamp) torna-se Emily Thorne após ver sua família ser destruída e seu pai falecer. Quando era criança, a moça suportou a prisão injusta de seu pai, acusado de terrorismo, e desenvolveu raiva e rancor contra os responsáveis por esse trauma. Amanda foi enviada para a detenção juvenil e permaneceu ali durante toda sua infância. Quando completou a maioridade, a jovem recebeu informações sobre as pessoas que haviam arruinado sua vida e encontrou uma oportunidade para a vingança.







Ainda não terminei definitivamente Revenge (acabei de iniciar a última temporada), mas essa série tem o direito de estar aqui pelo simples fato de que não consigo não comentar sobre ela. Admito que havia um certo preconceito por ter sido passada numa certa emissora e também porque, vejam bem, à primeira vista, são um grupo de riquinhos tentando se vingar uns dos outros.

No entanto, acabei amando a série. Há personagens sensacionais (menção direta ao meu querido Nolan), um enredo muito bem planejado (daqueles que te deixam pensando depois...) e definitivamente muitas surpresas. Em um determinado momento, você até mesmo acaba simpatizando um pouco com vilões e se indignando com os mocinhos. Com certeza eu indico Revenge para qualquer um que tenha interesse de assistir, seja em família ou solitariamente.   


The 100, a série, não o livro

Sinopse: Quando uma guerra nuclear destruiu a civilização e o planeta Terra, os únicos sobreviventes foram 400 pessoas que estavam em 12 estações espaciais em órbita. 97 anos e três gerações depois, a população já contava com 4 mil pessoas, mas os recursos já vão escassos. Para garantir o futuro, um grupo de cem jovens é enviado à superfície da Terra para descobrir se ela está habitável. Com a sobrevivência da raça humana em suas mãos, estes jovens precisam superar suas diferenças e unir forças para cruzar juntos o seu caminho.







Infelizmente, só pude assistir a primeira temporada dessa série que, por mais incrível que pareça, é bem melhor que o livro. O primeiro motivo, é porque The 100 ainda está incompleta na Netflix, e em segundo lugar, estou assistindo meio que em conjunto, então preciso esperar que certas pessoas acelerem um pouco. 

Enfim, li o livro em que a série se baseia na Maratona Literário de Inverno e, devo dizer que ambos são muitos diferentes, Na série, há adições e exclusões de personagens, mudanças no enredo e, pelo que cheguei a ver, uma ligeira alteração de gênero, também. A adaptação é um pouco mais arrepiante do que o livro, há mais mortes e etc. Recomendo que assista a série se leu o livro, mas lembre-se de "separá-los", não pensar muito neles como uma coisa só. 


How To Get Away With a Murder, f-o-c-a no título

Sinopse: Michaela, Wes, Laurel e Patrick são ambiciosos calouros de Direito da prestigiada academia East Coast Law School, onde apenas os melhores alunos podem participar de casos reais. Eles competem entre si para conseguir a atenção da carismática e sedutora Professora Annalise DeWitt (Viola Davis), na aula de Direito Criminal 1, também conhecida como "Como Se Livrar de Um Assassinato".









Novamente, uma série de uma única temporada, mas, mesmo assim, muito aguardada. Faz um tempão desde a primeira vez que ouvi falar sobre How To Get Away With a Murder (créditos ao Pratelivros) e não tem como não querer assisti-la. Mesmo para quem não gosta muito de tribunais e direito criminal, acho que pode aproveitar bastante. Ou, pelo menos, dar uma chance à série pelo título: Como Se Safar de um Assassinato. Brilhante. 


Maze Runner — A Prova de Fogo (finalmente)

Sinopse: Não recomendado para menores de 14 anos 
Após escapar do labirinto, Thomas (Dylan O'Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.









Sim, demorou séculos, mas eu finalmente consegui ir ao cinema para ver a continuação de Correr ou Morrer. E, caramba, como eu gostei. Lógico, em questão de adaptação, o filme não foi exatamente fiel ao livro, mas, nem por isso, podemos diminuí-lo. A resenha está programada para sair em breve ;)

***

Então, é isso gente. Setembro teve um saldo de sete livros, um filme maravilhoso e milhares de horas muito bem gastas com seriados muito bons. Ufa, e o de vocês, como foi? Deixem aí nos comentários junto com uma indicação para Outubro, ou algo assim. *---*

Até mais, pessoas. 
P.S: Ah, tenho uma sugestão de aplicativo para quem também tem uma ligeira obsessão por séries. O TVShow Time é tipo um Skoob, onde você pode organizar tudo o que assistiu ou vai assistir. Facilita muito.

You Might Also Like

8 comentários

  1. Puxa :O Foi um mês supre movimentado hahahaha
    Parabéns...
    Preciso me organizar melhor nos horários, pra conseguir fazer metade :D
    A série The 100 assisti dois episódios e adorei❤
    Adoro Olho por Olho e Dente por Dente, ainda não tive a oportunidade de ler o último, mas gostei muito da história :D

    De olho no blog sempre, abraço,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Setembro foi um mês maravoilhosos ;) principalmente porque conheci várias séries e livros bons... Ah, e falando nisso, A S S I S T A The 100 porque a série é muuito boa *---*
      Sobre Olho por Olho e Dente por Dente, os livros são tão sensacionais que não pude me segurar e acabei lendo o último em inglês mesmo >.<
      Bjs, Juh^^
      P.S: Ah, e a resenha do terceiro livro (Ashes to Ashes) está aqui: http://naosepreocupecomisso.blogspot.com.br/2015/09/1-livro-em-ingles-resenha-tripla-e.html

      Excluir
  2. Míseros sete livros? MÍSEROS? Quando eu conseguir ler sete livros em um mês vou soltar a caixa de foguetes!
    Seu mês foi incrível!
    http://torradascomcha.blogspot.com.br/2015/10/orgulho-e-preconceito-resenha-livro.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, Setembro foi mesmo muito bom, mas "míseros" só porque geralmente leio mais, mas ok, um dia você vai conseguir e eu vou poder assistir ao espetáculo de foguetes, né?? Kkk
      Bjs, Juh^^

      Excluir
  3. Eu ainda não li nenhum desses que você já leu, porém de séries... já vi a grande maioria ASDLJSALDKJ e sinto te dizer, mas: a 4ª e a 5ª temporada vai te decepcionar muito :( E eu ainda não peguei pra ler e nem assistir a nenhum filme de Maze Runner, hehehe. Estou louca pra ler a trilogia!

    Beijos,
    http://daniperere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Trilogia Maze Runner é S E N S A C I O N A L *-------* eu li faz um tempinho, mas me lembro de que não conseguia largar os livros, hahaha... E com os filmes é a mesma coisa ;)
      Ah, e a 4ª e a 5ª temporada de que?? PLL?? Fiquei com medo O.O
      Bjs, Juh^^

      Excluir

últimas postagens

Licença Creative Commons
Não Se Preocupe Com Isso de Júlia Miyashiro está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional